Horário de atendimento


De segunda a sexta de 10h às 20h | Sábado de 10h ás 14h

O que é o Janeiro Branco?

Publicado por Gisele Bicalho em 3 de janeiro de 2018

Foco da campanha é o autoconhecimento e a prevenção ao adoecimento mental

Janeiro é o mês, no qual as pessoas costumeiramente projetam metas e traçam planos futuros. Quem nunca fez uma lista de prioridades para o ano que se inicia? Se as pessoas têm esse propósito, psicólogos e psiquiatras, assistentes sociais identificaram em janeiro uma oportunidade para criar um movimento coletivo, dedicado a estimular as pessoas a repensarem as suas atitudes, o sentido e o propósito das suas vidas, a qualidade dos seus relacionamentos e o quanto conhecem sobre si mesmas, suas emoções, seus pensamentos e seus comportamentos.

Foi assim que surgiu a campanha “Janeiro Branco”, uma iniciativa mundial voltada para a prevenção ao adoecimento emocional, à sensibilização sobre a importância de projetos estratégicos, ao estímulo às políticas públicas, espaços sociais e iniciativas socioculturais voltadas para a valorização e o atendimento às demandas individuais e coletivas relacionadas à Saúde Mental.

Mas, você deve estar se perguntando como o Janeiro Branco pode, de fato, ajudar as pessoas. Além de estimular que os temas da Saúde Mental e da Saúde Emocional estejam em evidência, o movimento está contribuindo para que a cultura da Saúde Mental se fortaleça, para a adoção de medidas de prevenção ao adoecimento emocional e para o desenvolvimento de políticas públicas relativas aos universos da Saúde Mental.

 No Brasil e em vários ouros países cidadãos, psicólogos e psiquiatras, assistentes sociais estão se mobilizando para levar mensagens e reflexões sobre o Janeiro Branco. E, para isso, usam como motes: “quem cuida da mente, cuida da vida”; “quem cuida das emoções, cuida da humanidade”; “quem cuida de si, já cuida do outro”, além de várias orientações, dicas e reflexões, todas para chamar a atenção sobre os cuidados consigo, com os outros e, também, para a importância das políticas públicas em defesa da Saúde Mental.